Reeducação alimentar – Como começar Não é dieta. É reeducação alimentar

1809
0
COMPARTILHAR
Reeducação alimentar
Reeducação alimentar

Quando se fala em emagrecer com saúde, as primeiras coisas que sobem a cabeça são o stress de seguir dietas difíceis e rotinas de exercícios pesados. E claro, esses caminhos são válidos. Mas sabe porque tudo isso é difícil? Porque é feito sem preparação. Existe uma maneira de perder peso e tornar todas as demais atividades agradáveis, ao invés de dolorosas. Não é dieta nem exercício: é um método que vai te fazer perder peso antes mesmo das dietas. Conheça, a partir de agora, a reeducação alimentar.




O que é isso?

Parece dieta com um nome bonito, mas não é. Reeducação alimentar, são mudanças de hábitos, de quantidades, e de horários na alimentação. Às vezes o corpo ganha gordura extra por uma alimentação mal administrada. A reeducação alimentar vem justamente para que você se torne o pleno gerente do seu corpo.

Sabe porque o corpo humano engorda?

Principalmente por esses motivos:

MUITO TEMPO ENTRE AS REFEIÇÕES

O período ideal para comer é de 3 em 3 horas. Geralmente as rotinas de trabalho fazem com que a pessoa se alimente cedo, e depois, apenas no almoço, com 5 a 6 horas de distância entre uma refeição e outra. Nesse tempo duas coisas acontecem: sentindo fome o corpo passa a queimar menos calorias economizando e quando finalmente a pessoa come, ela terá uma tendência a comer muito, e rápido – o corpo usa a ansiedade para guardar mais calorias temendo um próximo período longo de jejum.

QUANTIDADES EXCESSIVAS

A única refeição que deve ser excessiva é o café da manhã, apenas. Isso porque o corpo humano precisa de um impulso extra no começo do dia, considerando o período de sono inteiro sem comer. Mas depois do café da manhã, as refeições devem ter uma quantidade decrescente de calorias. Numa escala para uma pessoa com média de 65kg, ficaria mais ou menos assim: café da manhã com 700 kcal, almoço com 500 kcal, e jantar com 350kcal.  A medida que o tempo passa, o metabolismo reduz. Isso significa, que no fim do dia, o corpo não terá a mesma capacidade de queimar calorias que normalmente tem no começo.

METABOLISMO REDUZIDO

Acabamos de falar sobre o metabolismo, e ele é uma das causas da gordura extra no corpo: determinadas combinações de alimentos deixarão ele lento. É o caso do consumo de gorduras, oriundas de carnes – o recomendado, é que seja consumida 2 vezes no máximo, durante o dia. Outros exemplos são de alimentos combinados, como por exemplo, salada de frutas com leite condensado: a lactose do leite anula muitos nutrientes das frutas, recombinando-se com os elementos. Sem falar que o leite condensado em si, é calórico.

–> O que você deve fazer:

Baseado nisto tudo, você já deve ter em mente o que fazer para fazer o seu corpo queimar calorias adequadamente, e armazenar menos gorduras com o passar do dia. Mas vamos te dar importantes orientações. Se liga:

Faça uma Planilha de Refeições.

Nessa planilha, constarão 6 refeições: Café da manhã, lanche matinal, Almoço, lanche da tarde, jantar, e ceia noturna. Os lanches e a ceia, terão quantidades pequenas de alimento, e terão a finalidade de reduzir a quantidade de comida ingerida na refeição seguinte.

Varie o que come, e mude a forma de comer.

Não coma rápido. A ansiedade e a pressa geram insatisfação, e a tendência é que você coma mais do que o seu corpo necessita. E enquanto come, converse, interaja, isso vai fazer com que a refeição se prolongue e consequentemente, você comerá menos. Isso é cientificamente comprovado: a pesquisadora portuguesa Júlia Galhardo, fez uma experiência de 1 ano, com cerca de 500 jovens obesos, limitando a refeição em no máximo 350 gramas de comida. Em um grupo, havia também a gerência de tempo, e no outro, não. O grupo gerenciado, que comia em mais tempo, perdeu mais peso, no ano de experiência.

Quantidade e qualidade contam na sua Reeducação alimentar

Outra coisa importante, é a quantidade e variedade do que se come. Os lanches e as ceias noturnas, sugeridos agora a pouco, não devem passar de 150 kcal. O que se come também é importante: coma coisas que fáceis de serem digeridas, como frutas, ou salada de frutas, iogurte, barra de cereais, entre outros. E varie: mesmo nas refeições principais, diversifique o que come. Isso vai ter peso na nossa terceira orientação, que é…

…mantenha o corpo “acordado”. Não se permita sentir preguiça, ou sonolência. Variar o que se come é uma dica importante, pois desacostumará o corpo a padrões repetitivos. Coma saladas, beba chá verde, deguste frutas cítricas, coma fibras no decorrer do dia – são coisas que deixarão seu metabolismo proativo. E sempre que possível, dê aquela alongada no corpo pra deixá-lo desperto.

Fazendo isso, futuros exercícios e dietas serão mais bem-vindos.

6 Receitas para turbinar sua dieta!!!
Estamos te oferencendo totalmente GRÁTIS um e-book com 6 maravilhosas receitas de pouca caloria. Aproveite!
  • Torta de frango sem farinha
  • Pão multigrãos de frigideiraa
  • Sanduíche sem glúten
  • Torta light de uva
  • Hambúrguer fit de batata doce
  • Pizza de couve flor
* Respeitamos sua privacidade. Seu e-mail não será compartilhado!!!

Tem alguma dica ou experiência para compartilhar com nossos leitores? Deixe seu recadado aí embaixo. Nós adoraremos publicar.

Comentários

comentários